Comerciantes de MT, procuram pelas 20 Bilhões de moedas que entrou em circulação no Brasil

Crianças e idosos são os principais poupadores de moedas

Em 2015 foram fabricadas cerca de 685 milhões de moedas de cinco a um real, todas foram colocadas em circulação no Brasil. Em 2016 mais 761 milhões de moedas também entraram em circulação, de janeiro a julho deste ano 434 milhões de novas moedas também foram fabricadas e entregue ao mercado.

Totalizando 25 bilhões de unidades ou R$ 6 bilhões e 300 milhões de Reais, mas este valor não está circulando no país e nem rendendo. Grande parte das moedas está parada em casa em cofrinhos ou sacos plásticos. Crianças e idosos são os principais poupadores de moedas no pais.

Para os comerciantes, a falta das moedas dificulta o troco aos clientes. Diminuir o custo de produção de moedas no Brasil e facilitar a circulação delas no comércio e garantir a valorização e o rendimento de dinheiro que esta parado, estes são três dos principais objetivos da iniciativa de uma cooperativa de crédito em Mato Grosso.

Uma máquina foi instalada em 86 agências de 21 estados, sendo 16 em Mato Grosso e duas em Cuiabá.

O equipamento cata-moedas de R$ 0,05 a R$ 1,00, separa cada uma por valor, desconsidera as que estiverem sujas, as falsas ou que saíram de circulação, e deposita o valor das moedas na conta poupança da pessoa.

O site Fato e Noticia procurou a assessora de Negócios da Central Sicredi, Juliana Rodriques que explicou que as crianças e idosos são um de seus alvos principais.“Eles são mais propícios a guardar dinheiro em moedas” Disse também sobre o funcionamento da maquina de moeda “O uso é simples. É só digitar na máquina o número da agência e da conta para o depósito e colocar as moedas no local indicado”.

Além de Cuiabá outros 10 municípios mato-grossenses dispõem do equipamento, sendo Campo Verde, Tangará da Serra, Rondonópolis, Lucas do Rio Verde, Nova Mutum, Sorriso, Sinop, Colíder, Alta Floresta e Juína. Ao todo, foram instalados 16 equipamentos coletadores em Mato Grosso e 86 no país. (Rafael Medeiros Especial para Fato e Noticia)

Con

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA