Concessionária de água investigada entrega documentos à CPI

0
126

A concessionária de água e esgoto Águas de Sinop entregou na quarta-feira (7/5), à Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Câmara Municipal, que investiga a empresa, relatórios e documentos com informações solicitadas durante as oitivas realizadas com representantes da empresa, conforme específica o diretor executivo, Diego Dal Magro.

“Esses dados nos foram solicitados no dia 11 de maio. São informações relacionadas à composição da estrutura tarifária, como é gerada a fatura, qual o processo até a geração da mesma, processo de leitura nas residências, detalhes, regras, direitos e deveres estabelecidos pelo contrato de concessão, serviços prestados e execução de obras”, pontua Magro.

Nos documentos constam informações sobre como são calculadas, estrutura e composição das tarifas e faturas, informações gerais do contrato de concessão e cronograma de obras, entre outros.

O presidente da CPI, Tony Lennon (PMDB), informa que os documentos serão analisados pela Comissão. “Estamos analisando todas as informações com tranquilidade, respeitando todos os envolvidos, com o intuito de não cometermos erros. Todos os documentos solicitados até o momento à empresa foram fornecidos à CPI e a cada etapa, sempre que se faz necessário, nós solicitamos esclarecimentos acerca do que temos dúvidas ou precisamos de mais dados”, declara o vereador.

A concessionária deve apresentar a partir da próxima semana o estudo de viabilidade sobre a possibilidade de redução na cobrança da taxa de esgoto do município.

Ficou agendado para quinta-feira (8/5), a partir das 14h, a retirada dos hidrômetros de residências indicadas pelos vereadores da CPI. Os 30 equipamentos serão encaminhados para análise do Inmetro em Goiânia (GO).

O relator da comissão, o vereador Hedvaldo Costa (PR), garantiu que no momento em que esses hidrômetros forem retirados, ele estará presente, e pediu para o presidente da CPI que no momento em que os lacres forem abertos, ele também participe. “Eu quero estar presente para ter certeza e para que seja uma coisa transparente”, disse.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA