Crise na JBS desorganiza mercado de bois

Foto Chico Valdiner- (Gecom/MT)

O tamanho da JBS sempre preocupou os pecuaristas do País: um soluço na empresa, que em alguns Estados é responsável por mais da metade do abate de gado, afetaria toda a cadeia. Foi exatamente o que aconteceu depois de o setor ter sido atingido por duas crises seguidas – a Operação Carne Fraca e a divulgação da delação do empresário Joesley Batista, dono do frigorífico.

O preço da arroba despencou, os pecuaristas têm enfrentado obstáculos para receber antecipadamente o dinheiro da venda do boi gordo e, com medo de calote, vários bancos se recusam a aceitar notas promissórias emitidas pelo frigorífico.

Em maio, a cotação do boi gordo caiu 4,63%. Foi a maior retração no mês em 20 anos, segundo o Indicador Esalq/BM&FBovespa, calculado pelo Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada da USP (Cepea).

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA