Mãe viaja e deixa filho autista trancado dentro de casa em Cuiabá, sem água e alimentos

Duas horas depois, a PM foi informada que o marido da vítima teria tirado a própria vida

Um rapaz autista e esquizofrênico de 20 anos, identificado como Wesley, foi abandonado dentro de casa pela própria mãe, que viajou ao Estado de Goiás. Populares acionaram a polícia porque ele estava pelado, gritando e quebrando toda a casa.

O crime aconteceu no bairro Pedregal em Cuiabá. Segundo a policia o rapaz estava sem água, sem comida e sem luz na residência, o jovem perdeu o controle nesta madrugada, os vizinhos se assustaram com gritos vindo da casa.

O rapaz precisou ser amarrado pelos profissionais do Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu). O jovem foi levado para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Pascoal Ramos, e lá recebeu alimento, água e roupas.

Na casa, os policiais verificaram que ele estava trancado há pelo menos dois dias e sem ingerir nenhum tipo de alimento. Apenas uma garrafa de 2 litros com água estava sobre a pia da casa.

O local também estava com a luz cortada e a cama estava com um colchão completamente sujo de fezes e molhado de urina.

O site Fato e Noticia falou com os vizinhos e fomos informados que o nome da mãe do rapaz é Kátia. Ainda assustados os vizinhos não quiseram dar detalhes sobre a mãe do jovem.

Wesley segue internado na UPA, e se ninguém assumir sua guarda, ele deve ser transferido para o Centro Psicossocial Adauto Botelho, no Coxipó.

O caso agora está sob os cuidados da Polícia Civil.  (Rafael Medeiros Especial para Fato e Noticia)

Leia Mais .. Mãe encontra secreção na calcinha da filha e denuncia estupro em Várzea Grande

A Polícia Militar de Várzea Grande foi acionada na noite desta quarta-feira (13), por uma mãe desesperada após encontrar vestígios de “secreção” na calcinha da filha de dois anos e acredita que a filha foi estuprada.

Conforme boletim de ocorrência, a criança todos os dias vai para casa da avó paterna, onde moram outras cinco pessoas, incluindo o pai da menina.

No último final de semana, a criança voltou da casa e reclamou de dores na genitália. Após a criança reclamar, a mãe constatou uma “vermelhidão” nas partes íntimas da garota, além de uma “secreção verde” na calcinha dela.

O exame de corpo delito deve apontar se houve estupro. A Polícia Civil vai investigar o caso.

 

 

 

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA