Prefeitura de Várzea Grande vistoria unidades de saúde e anuncia obras

0
40
Farmácias estão abastecidas e com capacidade de atendimento a demanda. Foto-Secom VG

Mantendo a rotina de trabalho em prol de Várzea Grande e sua população, a prefeita Lucimar Sacre de Campos esteve vistoriando unidades de saúde acompanhando o atendimento e obras que estão em andamento e que fazem parte das medidas colocadas em prática para melhorar a área de saúde que entre janeiro e maio deste ano no Hospital e Pronto-Socorro e na UPA IPASE atenderam 110.878 mil pessoas.

“Estamos avançando em todas as áreas da administração municipal e a saúde pública vem recebendo recursos e ações que melhoram o atendimento prestado a população que necessita do Sistema Único de Saúde – SUS”, disse a prefeita Lucimar Sacre de Campos assegurando que ainda neste ano de 2017 o Hospital e Pronto-Socorro Municipal de Várzea Grande estará 100% reformado, ampliado e reequipado.

Além da reforma geral do Hospital e Pronto Socorro, Lucimar Campos anunciou também a reforma geral da Policlínica do Jardim Glória, a única de cinco unidades que ainda não recebeu obras. “As policlínicas do Cristo Rei, Parque do Lago, Marajoara e 24 de Dezembro já foram reformadas, melhoradas e entregues a população e agora será a vez da quinta unidade, a do Jardim Glória ser reformada para melhor atender a população”, disse Lucimar Sacre de Campos.

As unidades de saúde fiscalizadas pela prefeita Lucimar Sacre de Campos e pelo secretário de Saúde, Diógenes Marcondes, foram à Unidade Básica de Saúde do bairro Água Limpa, ao Centro de Atenção Psicossocial Infantil (CAPS), à Unidade Básica de Saúde do bairro Nossa Senhora da Guia, a policlínica do Jardim Glória ‘Dr. Moacyr De Lannes’ e ao Hospital Municipal e Pronto-Socorro.

Toda essa semana foi reservada para vistoria in loco de obras, de escolas, de bairros, e, especialmente a locais que prestam serviço direto à população. Como frisa a prefeita, esses encontros possibilitam conhecer a realidade e a rotina dos equipamentos públicos.

“Como hoje priorizamos as unidades de saúde, pudemos conferir e comprovar o atendimento humanizado que preconizamos em Várzea Grande e que envolve atitude dos gestores e profissionais de saúde na co-responsabilidade na obtenção de um bom resultado. O usuário do SUS tem que ter atendimento de excelência e humanizado”, disse a prefeita.

Mais adiante Lucimar relatou que nas visitas certificou o atendimento prestado, se os insumos necessários estão dentro da ordem e o comprometimento dos servidores, ressaltando que “o atendimento humanizado requer bons profissionais, mas também estrutura digna de trabalho, insumos e assiduidade”.

A prefeita demonstrou contentamento ao ver que nas unidades visitadas todas as farmácias estão abastecidas e com capacidade de atendimento a demanda.

As visitas são feitas sem aviso prévio e juntamente com equipe técnica. Nas visitas são avaliados a estrutura dos locais, limpeza, assiduidade dos servidores, conversas com os pacientes e conferência a funcionalidade das farmácias.

No Pronto-Socorro, unidade que está passando por uma reforma completa, a prefeita e equipe avaliaram o atendimento nas alas já reformadas e entregues, vistoriaram as obras em execução do Centro Cirúrgico e da UTI Adulto e Rede Cegonha.

A prefeita reforçou que até o final do ano o Pronto-Socorro estará 100% reformado e entregue com mobiliário e equipamentos novos. Cerca de R$ 5 milhões estão estimados para a conclusão, recursos que estão sendo partilhados entre próprios, estadual e federal, bem como com repasse de emendas parlamentares.

Na Unidade Básica de Saúde (UBS) do bairro Água Limpa, a prefeita conheceu parte do atendimento que é diariamente prestado, nas áreas de clínico geral, pediatria, ginecologia, odontologia e ainda vacinação. A dentista Rita de Cássia dos Santos divide o atendimento com outro profissional, que atende à tarde, e ela optou por atender crianças, ofertando odontopediatria. “Estou há 25 anos trabalhando no Município e há seis anos aqui nesta unidade e desde que a prefeita assumiu não falta material e há valorização dos servidores”.

In loco, a prefeita presenciou a oferta de repelentes que a Rede SUS oferta para gestantes, o que minimiza o risco de contrair dengue, zika vírus e a febre chikungunya.

A diretora da unidade, Celina Bernardes, contou que a UBS é referência em vacinação na região central da cidade e chega a contabilizar cerca de 400 doses ao mês.

Já no Centro de Atenção Psicossocial – CAPS Infantil, localizado no Jardim Imperador, o gerente da unidade, Lúcio Magalhães, conduziu a visita e explicou que a maior parte dos atendimentos prestados é para crianças de zero até 18 anos (em alguns casos) com transtornos mentais e usuários de droga e ou álcool. “Todo o atendimento realizado é multidisciplinar com psiquiatra, fonoaudiólogo, terapeuta ocupacional e psicólogo”, explicou o gerente.

Na Unidade Básica de Saúde do bairro Nossa Senhora da Guia, a prefeita conversou com a médica ginecologista Candice Castro, que quer ampliar o atendimento de sua especialidade trazendo universitários para estagiar na unidade. Nessa unidade também são ofertados tratamentos odontológicos, ginecológico, clínico geral, psicólogo e psiquiatra. A prefeita também elogiou a condução dos serviços na unidade, gerida por Abimael Elias Júnior, bem como a oferta e a organização dos medicamentos da farmácia.

Na policlínica ‘Dr. Moacyr De Lannes’, no Jardim Glória, o gerente Marcos Vinícius Galante, contou que ao dia são atendidas cerca de 90 pessoas nas especialidades de odontologia, ginecologia, clínico geral, psicologia e psiquiatria.

O secretário municipal de Saúde, Diógenes Marcondes, disse que esses encontros proporcionam uma maior aproximação da gestão com o servidor e traz como resultado uma grande troca de ideias, experiências e conhecimentos. “No caso da saúde, podemos ouvir nossos servidores que de fato estão na ponta do atendimento, e não apenas os gerentes, e o principal, receber a avaliação direta da população do usuário do Sistema Único de Saúde (SUS)”.

“O que queremos com essas visitas é extrair boas ideias e iniciativas que fazem de uma unidade de saúde ou de uma escola, exceção e referência na comunidade e assim, ao conhecer realidades diferentes, poder compartilhar com as demais unidades para atingir um nível de excelência na prestação de serviços essenciais ao várzeagrandense, porém de forma humanizada e de qualidade”, pontuou a prefeita. (Da Assessoria Prefeitura de VG)

 

 

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA