Promotor ingressa com pedido de prisão contra secretário de Justiça

0
218
PGJ/Foto: Caroline De Vita-Fato e Notícia.

O promotor de justiça em Primavera do Leste, Adriano Roberto Alves, ingressou com o pedido de prisão contra o recém-empossado secretário de Justiça e Direitos Humanos (Sejhud), coronel Airton Benedito de Siqueira Júnior, por descumprimento de uma ordem judicial expedida que prevê a interdição parcial da Cadeia Pública de Primavera do Leste, que está superlotada. A solicitação foi feita no Fórum de Primavera, nessa terça-feira (17/01), e o podido deverá ser analisado pela Justiça.

O novo secretário assumiu oficialmente o cargo na última sexta-feira (13/01), com a missão de gerenciar a crise instalada no sistema penitenciário do Estado, devido a superlotações das unidades.

Conforme a ordem Judicial, a Secretaria de Direitos Humanos deveria reduzir o número de presos na unidade em 40%. No entanto, a assessoria de imprensa da secretaria ressalta que o trabalho de remanejamento deve seguir critérios, dentre eles o de manter os presos em Cadeias Públicas da mesma região.

 “A Secretaria de Justiça está analisando a decisão judicial sobre a cadeia de Primavera do Leste, uma vez que tal determinação implica em remoção de presos e o processo necessita de análise criteriosa sob o ponto de vista da segurança e capacidade de vagas em outras unidades”, descreve a nota enviada.

Atualmente a cadeia em questão tem capacidade para recolher 60 presos, no entanto possui mais de 170.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA