STJ mantém desembargador preso no Centro de Custódia

Evandro Stábile/Foto: TRE de MT.

Os ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ) mantiveram preso no Centro de Custódia de Cuiabá (CCC) o desembargador Evandro Stábile, preso sob acusação de vender sentença. O esquema foi apontado na operação “Asafe”.

Em votação realizada na última segunda-feira (24), os ministros consideraram prejudicado julgamento de pedido de Habeas Corpus apresentado pela defesa do desembargador. Os motivos, no entanto, ainda não foram divulgados.

Stábile queria ser transferido para uma sala de Estado-Maior por ser desembargador. Argumenta ainda que o local serve para presos com curso superior. Se isso não ocorrer, pediu transferência para prisão domiciliar.

A transferência já foi negada no Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT), assim como pedido para instalação de aparelho de ar-condicionado no local. O juiz Geraldo Fidélis alegou que os presos do Centro de Custódia devem ter o mesmo tratamento que os demais.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA