Taques admite falha na saúde e diz não fugir dos problemas

Problemas na saúde pública se tornam protagonistas durante evento de inauguração de obras voltadas para educação

0
122
O governador Pedro Taques (PSDB) esteve no município de Colíder nesta quarta-feira (7/5) para discutir os problemas que assolam a saúde pública no Estado, em especial no hospital Regional de Colíder. Taques vistoriou obras, inaugurou duas quadras poliesportivas e se reuniu com lideranças à tarde.
“Não vamos correr de problemas. Durante 14 dias nós pagamos 120 milhões de reais para colocar em dia os atrasados da saúde. Temos que reconhecer que está atrasado e precisamos resolver isso. Eu tenho certeza que esse desafio nós vamos superar”, afirmou o governador Pedro Taques durante o discurso.

O evento reuniu prefeitos da região e lideranças que reforçaram o pedido de socorro da saúde pública. Megaron Txucarramãe, líder da comunidade indígena Caiapó, que realizou recentemente uma manifestação para chamar a atenção do Governo, apontou as dificuldades enfrentadas.

Megaron Txucarramãe, líder da comunidade indígena Caiapó. (Foto: Mayla Miranda)

“O Regional está com problemas, não está atendendo bem a comunidade. O hospital já chegou a atender muito bem, mas há algum tempo só vem decaindo, até ficar horrível. Precisa ser feito um levantamento do que está faltando. Somos em 1600 índios, só na minha tribo, que precisam desse apoio do governo”, conta Megaron Txucarramãe.

No regional de Colíder, médicos estão com parte dos serviços suspensos há dois meses, por não receberem salários.

“Nosso hospital depende exclusivamente de recurso próprio do Estado. Existem contas de 2016 que ainda não foram pagas. Com médicos, isso gira em torno de dois milhões e cem. Isso gera uma cadeia de problemas, como por exemplo, os médicos não estão operacionalizando cem por cento”, explica o prefeito de Colíder, Noboru Tomiyoshi.

Em resposta a tantas reclamações, Taques afirmou que o problema só poderá ser resolvido com união entre os poderes.

“Eu não posso pedir paciência para quem está morrendo na porta do hospital. Não conseguiremos resolver sozinhos, precisaremos da ajuda de todos, deputados, prefeitos, vereadores Poder Judiciário”, apontou Taques.

O governador anunciou ainda que, após 20 anos, a reforma do Hospital Regional de Colíder já deve iniciar.

“Para sanar nossa dívida com Colíder, estamos tirando dinheiro de onde podemos. Hoje começamos a reforma do hospital para que o cidadão possa ter seus filhos aqui”, disse.

Obras

 Pedro Taques vistoriou a obra de sinalização dos trevos-contornos viários na MT-320, executada pela Secretaria de Infraestrutura, através de convênio celebrado com a prefeitura com previsão de serem investidos R$ 619,3 mil. A obra tem previsão de ser concluída em 150 dias.
Foto: Vanessa Fogaça

O governador inspecionou ainda as obras de restauração asfáltica na MT-320, entre Nova Santa Helena e Colíder. São aproximadamente 17 km na rodovia estadual, com previsão de conclusão em abril de 2019. O total investido chegará a R$ 10 milhões, do Fethab/Pró-Estradas.

Foram inauguradas duas quadras poliesportivas. A primeira na Escola André Antônio Maggi, que teve  investimento de R$ 1,2 milhão e conta com arquibancada de dois degraus nas duas laterais, vestiário, instalações hidro-sanitárias, instalações elétricas, sistema de proteção contra descargas atmosféricas e acessibilidade.
A segunda no Centro de Educação de Jovens e Adultos Cleonice Miranda da Silva, onde foram investidos R$ 911 mil seguindo o modelo do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), com mini-arquibancada, vestiário, instalações hidro-sanitárias.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA