Taques cancela reunião com sindicalistas, que sem salário ameaçam greve geral

Líder do Fórum Sindical, Oscarlino Alves. Foto: Divulgação

Nesta sexta feira, estava prevista uma reunião as 11.00hs, entre o governo Pedro Taques e representantes do Fórum Sindical, que trataria sobre o pagamento dos salários aos servidores que recebem acima de R$ 10 mil líquidos, referente ao mês de outubro.

A reunião, contaria com a presença do secretário de Estado de Gestão Júlio Modesto; Segundo Oscarlino Alves, representante do Fórum Sindical , foi o governo quem cancelou o encontro.

Ainda segundo os sindicalistas, a justificativa dada pelo governo é que a agenda só será cumprida na próxima terça-feira (21). O que foi considerado por Oscarlino como um ‘desrespeito’.

O Fórum Sindical fará uma reunião interna e os sindicatos das categorias de servidores do Executivo estadual já foram orientados para que realizem assembleias para deliberar sobre o estado de greve.

Além disso, também será votada uma greve geral caso o pagamento dos salários deste mês de novembro não seja efetuado até o dia 10 de dezembro, que é a data prevista pelo Estatuto do Servidor de MT.

O Atraso

O atraso nos salários de parcela dos servidores foi ocasionado pelo escalonamento, que por sua vez foi provocado pela frustração receita do Estado acumulada no ano de 2017, até o mês de outubro, em função da crise econômica, segundo o governo. A expectativa é conseguir saldar 100% da folha com receitas previstas para os próximos dias. Para concluir a folha, ainda são necessários R$ 112 milhões.

O governo não quis falar sobre o assunto até o fechamento da matéria (Rafael Medeiros Especial para Fato e Noticia).

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA