Taques é contra proposta de federalização do novo Pronto-socorro de Cuiabá

0
209
Governador Pedro Taques tem seu quarto secretário de Saúde em dois anos e 3 meses de gestão. Foto: Gcom-MT/Mayke Toscano

O governador do Estado, Pedro Taques (PSDB), foi enfático ao dizer que é contra a proposta de transformar o novo Pronto-socorro de Cuiabá em hospital Universitário, conforme a planeja o senador Wellington Fagundes (PR).  “Alguns aventureiros querem transformar ele em hospital universitário, mas isso é uma enrolação, sou contra. Hospital público tem que ser público”, declarou o Taques na manhã desta quarta-feira (25/01).

Fagundes já atua para a mudança do modelo de gestão da unidade e enviou a proposta ao Ministério da Saúde, que consiste em remanejar os recursos federais destinados a construção do Hospital Universitário Júlio Müller, com as obras inacabadas na avenida Palmiro Paes de Barros, para a nova unidade que está sendo construída com recursos estaduais e municipais.

O governador também destacou que a ideia não poderá ser efetivada. “O hospital universitário é lá na rodovia que vai para Santo Antônio do Leverger é outro dinheiro e objetivo.”

As críticas feitas por Taques ao senador foram duras. O governador culpou a gestão passada pelo atraso nas obras da unidade universitário. “Não vamos permitir madrasta e padastro para esse hospital que estamos construindo, porque o estado não é vaca, mas algumas pessoas parecem guachos e acham que podem mamar no Estado. Para esses que entendem que é um guacho, que é aquele bezerro que não desmama nunca.”

 

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA