Cuiabá ‘desabou’ nesse sábado e Temporal deixa 115 mil famílias sem luz em MT

O vento derrubou algumas letras do nome da cidade, fixado no Centro Político Administrativo. Ficaram em pé apenas as letras CU. Causando piadas na internet

Tempestade da tarde deste sábado (21), deixou cerca de 115 mil famílias sem energia elétrica na em Cuiabá, Várzea Grande, Rondonópolis, Poxoréu e Pedra Preta.

Em nota, a concessionária Energisa, explica que a rede de energia foi danificada, com cabos partidos por objetos lançados e quedas de árvores, durante o temporal.

Ainda segundo a Energisa, aproximadamente 100 mil pessoas tiveram o fornecimento interrompido. Em Rondonópolis, 3 mil ficaram sem energia, Poxoréu, 5,8 mil e 6,5 mil estão no escuro, em Pedra Preta.

E mais ..

Tendas de feirão de carros em estacionamento de um shopping caíram sobre os carros, causando danos.

O vento derrubou também muro do Centro Socioeducativo de Cuiabá, no Bairro Planalto, e a destruição do telhado da Paróquia Coração Imaculado de Maria, localizada no Bairro CPA.

A chuva com rajadas de ventos fortes também causou outros estragos na capital, como a queda de várias árvores, inclusive interrompendo o trânsito em algumas vias.

O vento derrubou também as letras do nome da cidade, fixado no Centro Político Administrativo. O fato gerou piada entre os cuiabanos que passaram pelo local. (Rafael Medeiros Especial Fato e Noticia)

Confira íntegra da nota

Os temporais com ventos fortes que ocorreram hoje (21) à tarde em Cuiabá, Várzea Grande, Rondonópolis, Poxoréu e Pedra Preta causaram muitos danos à rede de distribuição de energia, como árvores inteiras caídas sobre a rede, estruturas danificadas, cabos partidos por objetos lançados, entre outros. Nas três cidades, cerca de 115 mil clientes ficaram sem fornecimento de energia por este motivo.

Em Cuiabá e Várzea Grande, aproximadamente 100 mil clientes tiveram o fornecimento interrompido. Já em Rondonópolis foram três mil clientes, em Poxoréu, 5,8 mil, e em Pedra Preta, cerca de 6,5 mil clientes. Os serviços estão sendo normalizados gradativamente, e esse número pode ser alterado a qualquer momento.

Desde o início do temporal as equipes da Energisa trabalham continuamente (sem interrupção) em regime de Contingência, quando a capacidade de atendimento em campo é dobrada com mais equipes trabalhando. Em conjunto, as equipes do Centro de Operação Integrado, localizado em Cuiabá, estão trabalhando para fazer a recomposição à distância do maior número possível de unidades consumidoras.

Por causa da quantidade de ocorrências, o Call Center da Energisa pode ficar congestionado. Em casos como esse, o cliente pode entrar em contato com a empresa pelo atendimento das redes sociais ou registrar a falta de energia no aplicativo Energisa On.

As equipes de Rondonópolis já estavam em contingência por causa da tempestade de ontem à tarde, que causou estragos à rede, como por exemplo, a queda de seis postes de energia elétrica. Mais de 99% das unidades consumidoras afetadas tiveram o fornecimento de energia normalizado em menos de seis horas.

A Energisa lamenta os transtornos e continuará trabalhando até que a situação seja resolvida.

 

 

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA