mais
    spot_imgspot_img
    spot_imgspot_img
    HomePolíticaPerfis do X censurados por Moraes que podem ser reativados por Musk

    Perfis do X censurados por Moraes que podem ser reativados por Musk

    PUBLICAÇÃO

    spot_imgspot_img
    spot_imgspot_img
    spot_imgspot_img
    spot_imgspot_img
    - Publicidade -



    A promessa do dono do X (ex-Twitter), Elon Musk, feita na noite do sábado (6), de reativar contas de usuários brasileiros que foram derrubadas a pedido do ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), ao longo dos últimos quatro anos, pode favorecer uma série de jornalistas, influenciadores e políticos.

    A reação de Musk às revelações trazidas pela cobertura jornalística em torno de mensagens trocadas entre funcionários do X no Brasil e o STF, que vêm sendo chamadas de Twitter files Brazil, foi elogiada por políticos conservadores no Brasil e animou muitos que tiveram as contas bloqueadas.

    Os usuários punidos foram alcançados por investigações lideradas por Moraes, sobretudo as que compõem o chamado “Inquérito das Fake News”, que recentemente completou cinco anos, e outras que apuram supostas ações orquestradas nas redes sociais para disseminar informações falsas e discurso de ódio, com o alegado objetivo de “minar as instituições e a democracia”. Veja alguns dos maiores beneficiados caso o anúncio de Musk se concretize:

    Guilherme Fiúza, Paulo Figueiredo e Rodrigo Constantino

    Os jornalistas Guilherme Fiuza, Paulo Figueiredo e Rodrigo Constantino tiveram seus perfis derrubados no começo de abril de 2023 por determinação do ministro Alexandre de Moraes, no âmbito do “Inquérito das Fake News (4.781)”. Figueiredo e Constantino estão exilados nos Estados Unidos.

    Luciano Hang

    O empresário, dono da rede varejista Havan, teve o seu popular perfil com milhões de seguidores suspenso em 25 de agosto de 2022 pelo ministro Alexandre de Moraes. No dia ele foi alvo de uma operação da Polícia Federal por supostas falas em favor de um “golpe de Estado” em um grupo de troca de mensagens.

    Allan dos Santos

    Desde 9 de outubro de 2021, o jornalista Allan dos Santos teve o seu perfil no X suspenso em razão de ser investigado por supostos ataques a ministros do STF e à democracia, além de suposta disseminação de notícias falsas. Ele está exilado nos Estados Unidos e é considerado foragido no Brasil.

    Daniel Silveira

    O ex-deputado cassado Daniel Silveira (RJ) teve seus perfis desativados em 19 de fevereiro de 2021. O motivo alegado era o então parlamentar ter sido preso por defender em um vídeo a decretação do AI-5, instrumento de repressão adotado no período militar, e ter disparado duras críticas a ministros do STF, pedindo a cassação de alguns deles.

    Ludmila Grilo

    Em setembro de 2022, a ex-juíza Ludmila Lins Grilo teve seus perfis cancelados no X por ordem de Alexandre de Moraes. Ela foi punida por críticas a governos estaduais durante a pandemia da Covid-19 e por questionar decisões do STF. Ludmila acabou sendo depois banida da magistratura por decisão do Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

    Roberto Jefferson

    O ex-deputado
    federal Roberto Jefferson (PTB-RJ) teve as suas contas nas redes sociais
    desativadas em 24 de julho de 2020 pela mesma razão que Bernardo Kuster. Jefferson
    acabou sendo preso em 2022.

    Winston Lima

    O militar
    reformado da Marinha Winston Lima também teve as suas contas derrubadas em 24
    de julho de 2020, seguindo a mesma linha de ação de Moraes contra
    influenciadores de direita.

    Monark

    O conhecido youtuber Monark teve as suas atividades suspensas em 13 de janeiro de 2023 devido a críticas ao autoritarismo estatal e o apoio a manifestações contra o STF. Esta não havia sido a primeira vez que as redes sociais do influenciador foram bloqueadas.

    Oswaldo Eustáquio

    O jornalista Oswaldo Eustáquio teve suas atividades online desativadas em 6 de setembro de 2021. Isso ocorreu no contexto de uma investigação sobre a realização de atos considerados antidemocráticos durante atos do Sete de setembro. Ele se encontra exilado nos Estados Unidos.

    Bernardo Kuster

    O jornalista Bernardo Kuster teve as suas contas desativadas em 24 de julho de 2020 por determinação de Alexandre de Moraes. Isso ocorreu juntamente com o bloqueio de contas de outros 16 influenciadores nas redes sociais, como parte de uma ação para interromper discursos considerados como “fomentadores do ódio e da subversão da ordem” e incentivo à quebra da normalidade institucional e democrática.

    Edgar Corona

    O dono
    da rede de academias de ginástica Smart Fit, Edgar Corona, viu as suas contas
    nas redes sociais serem desativadas em 24 de julho de 2020, como parte da mesma
    ação que afetou outros influenciadores de direita, simpáticos ao então
    presidente Jair Bolsonaro.

    Musk pede renúncia ou impeachment de Moraes

    O embate entre Musk e Moraes tomou as redes sociais e o noticiário neste fim de semana. O ex-presidente Jair Bolsonaro aproveitou para postar neste domingo (7) um vídeo dele com o empresário em maio de 2022, no qual o chama de “o verdadeiro mito da nossa liberdade”.

    Após uma série de publicações no X em que questiona decisões judiciais do ministro do STF, o dono da plataforma voltou à carga contra o magistrado neste domingo (7). Em nova postagem, Musk afirmou que o X publicará, em breve, tudo o que foi exigido pelo ministro em desacordo com a legislação brasileira. “Este juiz traiu descarada e repetidamente a Constituição e o povo brasileiro. Ele deveria renunciar ou sofrer impeachment”, disse. “Vergonha, Alexandre, vergonha”, concluiu, marcando o perfil do ministro.

    Musk afirmou que corre o risco de até fechar o escritório do X no Brasil, mas que os princípios em defesa da liberdade de expressão estariam acima do lucro. Na noite deste domigo (7), o empresário voltou a publicar, dizendo que as exigências do STF são “as mais draconianas de qualquer país da Terra”.



    Source link

    MAIS RECENTES

    Inquéritos de Moraes reposicionam Cármen na liberdade de expressão

    A ministra Cármen Lúcia, do Supremo Tribunal Federal (STF), estará, nos próximos meses,...

    Pimenta diz que extrema-direita se aproveita da tragédia e nega “politização”

    O ministro Paulo Pimenta, da Secretaria Extraordinária de Apoio à Reconstrução do Rio...

    Mais Notícias

    Inquéritos de Moraes reposicionam Cármen na liberdade de expressão

    A ministra Cármen Lúcia, do Supremo Tribunal Federal (STF), estará, nos próximos meses,...

    Pimenta diz que extrema-direita se aproveita da tragédia e nega “politização”

    O ministro Paulo Pimenta, da Secretaria Extraordinária de Apoio à Reconstrução do Rio...