mais
    spot_imgspot_img
    spot_imgspot_img
    HomePolíticaPor unanimidade, STF derruba tese que defendia o 'poder moderador' das Forças...

    Por unanimidade, STF derruba tese que defendia o ‘poder moderador’ das Forças Armadas – Justiça – CartaCapital

    PUBLICAÇÃO

    spot_imgspot_img
    spot_imgspot_img
    spot_imgspot_img
    spot_imgspot_img
    - Publicidade -



    O Supremo Tribunal Federal decidiu, por unanimidade, rechaçar a interpretação de que as Forças Armadas podem exercer um “poder moderador” no País.

    Desta forma, o STF entende que o artigo 142 da Constituição não permite qualquer interpretação que admita uma intervenção militar sobre os outros Três Poderes.

    O último ministro a registrar seu voto foi Dias Toffoli, que acompanhou o restante da Corte. O placar, portanto, foi de 11 a zero.

    Apresentada pelo PDT em 2020, a ação analisada pelo Supremo é referente aos limites constitucionais das Forças Armadas e sua hierarquia em relação aos outros poderes. A relatoria era de Luiz Fux.

    Por unanimidade, o STF determinou que o poder das Forças Armadas é limitado e não permite a intromissão no funcionamento dos Três Poderes, nem mesmo em eventuais conflitos entre eles.

    Aliados do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) se utilizavam de uma interpretação, na visão da Corte, distorcida do artigo 142 da Constituição para fomentar um golpe com o objetivo de reverter o resultado das eleições de 2022.

    A tese já, vale frisar, já tinha sido rejeitada pela maioria do tribunal na última segunda-feira 1. Neste domingo, Nunes Marques, indicado por Bolsonaro à Corte, levou o placar para 10 a zero. A unanimidade, conforme citado, foi então formada por Dias Toffoli.



    Informações Carta Capital

    MAIS RECENTES

    Dilma nega que recurso para o RS seja da época do governo Bolsonaro

    A presidente do Novo Banco de Desenvolvimento (NDB), o chamado "Banco dos Brics",...

    Homens armados matam quase 40 pessoas no centro da Nigéria – Mundo – CartaCapital

    Homens armados a bordo de motos mataram quase 40 pessoas em um ataque...

    Mais Notícias

    Dilma nega que recurso para o RS seja da época do governo Bolsonaro

    A presidente do Novo Banco de Desenvolvimento (NDB), o chamado "Banco dos Brics",...

    Homens armados matam quase 40 pessoas no centro da Nigéria – Mundo – CartaCapital

    Homens armados a bordo de motos mataram quase 40 pessoas em um ataque...