mais
    spot_imgspot_img
    spot_imgspot_img
    HomePolíticaAdvogados do X no Brasil dizem que não podem obrigar Musk a...

    Advogados do X no Brasil dizem que não podem obrigar Musk a cumprir decisões

    PUBLICAÇÃO

    spot_imgspot_img
    spot_imgspot_img
    spot_imgspot_img
    spot_imgspot_img
    - Publicidade -



    Os advogados da rede social X no Brasil afirmaram ao ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), que a sede brasileira da empresa não tem como garantir que o empresário Elon Musk cumprirá as decisões judiciais que venham a ser impostas a ele. A resposta ao magistrado foi enviada na segunda (8) após ele determinar uma investigação contra o empresário por declarações dadas no final de semana.

    Musk decidiu passar por cima de todas as restrições impostas pela Justiça brasileira contra determinados perfis na plataforma. O bilionário acusou Moraes de censura e prometeu reativar os perfis por considerar as medidas impostas como arbitrárias e ilegais.

    No ofício a que a Gazeta do Povo teve acesso, os advogados afirmam que o escritório da empresa no Brasil atua apenas para fins comerciais, veiculação de materiais de publicidade e outros serviços e negócios relacionados, mas sem qualquer poder sobre a operação da rede social em si.

    Segundo eles, embora o escritório brasileiro
    atue em “regime de cooperação” com a empresa para atender a ordens judiciais e requerimentos
    administrativos – e que tem cumprido “dezenas de ordens” – a representação no
    país é “dotada de personalidade jurídica própria, autônoma e independente”.

    A operação do X no país, dizem, está ligada à “Twitter International Company”, sediada na Irlanda, e não ao “X Corp”, nos Estados Unidos, onde ocorre a gestão da plataforma. E que, por isso, não têm o poder de garantir a adoção das determinações da Justiça.

    “O X Brasil requer a Vossa Excelência [Moraes] que
    eventuais novas ordens judiciais envolvendo a plataforma continuem sendo
    endereçadas diretamente à X Corp., responsável pela gestão e administração da
    plataforma, de modo a garantir cumprimento efetivo e apropriado das
    determinações judiciais, em consonância com as competências e responsabilidades
    legalmente estabelecidas. X Brasil permanecerá disponível para cooperar com o
    encaminhamento de eventuais ordens às Operadoras do X”, completou o texto.

    Moraes incluiu Musk como investigado no inquérito das chamadas “milícias digitais” que corre no Supremo desde 2021, após uma série de ataques contra a Corte no final de semana.

    O magistrado afirmou que o empresário faz uma “campanha de desinformação sobre a atuação do Supremo Tribunal Federal e do Tribunal Superior Eleitoral”, com “abuso de poder econômico” para tentar “manipular a opinião pública”. Moraes considera que a plataforma induz a “manutenção de condutas criminosas praticadas pelas milícias digitais” investigadas no inquérito.



    Source link

    MAIS RECENTES

    Partido União Brasil Realiza Reunião com seus Pré-candidatos a vereadores de Limeira

    Na noite da última terça-feira, 21 de maio, o Partido União Brasil Limeira promoveu...

    Após bate-boca, Brunini diz que Haddad insiste no “negacionismo econômico”

    Após um bate-boca com o ministro da Fazenda, Fernando Haddad, em audiência na...

    Haddad menciona ‘calote’ de Bolsonaro em precatórios e governadores ao rebater deputado sobre déficit – Economia – CartaCapital

    O ministro da Fazenda, Fernando Haddad (PT), rebateu nesta terça-feira 22 o deputado...

    Lula recebe as credenciais de 8 novos embaixadores – Política – CartaCapital

    O presidente Lula recebeu nesta quarta-feira 22 as credenciais de oito novos embaixadores...

    Mais Notícias

    Partido União Brasil Realiza Reunião com seus Pré-candidatos a vereadores de Limeira

    Na noite da última terça-feira, 21 de maio, o Partido União Brasil Limeira promoveu...

    Após bate-boca, Brunini diz que Haddad insiste no “negacionismo econômico”

    Após um bate-boca com o ministro da Fazenda, Fernando Haddad, em audiência na...

    Haddad menciona ‘calote’ de Bolsonaro em precatórios e governadores ao rebater deputado sobre déficit – Economia – CartaCapital

    O ministro da Fazenda, Fernando Haddad (PT), rebateu nesta terça-feira 22 o deputado...