mais
    spot_imgspot_img
    spot_imgspot_img
    HomeLimeiraProjeto Educar Limeira 2004 alerta sobre violência doméstica

    Projeto Educar Limeira 2004 alerta sobre violência doméstica

    PUBLICAÇÃO

    spot_imgspot_img
    spot_imgspot_img
    spot_imgspot_img
    spot_imgspot_img
    - Publicidade -








    O Ceief Profª Maria Paulina Rodrigues Provinciatto, no Jd. Novo Horizonte, recebeu na manhã desta terça-feira (9) o lançamento do Projeto Educar Limeira 2024. A iniciativa, que resulta de parceria entre as secretarias de Educação e de Segurança Pública e Defesa Civil, trabalhará este ano os temas: violência doméstica contra a criança e a mulher, bullying e racismo. O público-alvo do projeto são os alunos dos quartos e dos quintos anos da Rede Municipal de Ensino.

    Participaram da cerimônia de abertura, os secretários André Luis De Francesco (Educação) e Wagner Marchi (Segurança Pública e Defesa Civil), a vereadora Lu Bogo, o subinspetor da Ronda Escolar, André Hailer, a coordenadora do Projeto Educar Limeira, Alessandra Menegon, a diretora do Ceief, Tânia Maria Rosário, além de GCMs de Limeira, Holambra e Iracemápolis.

    Francesco agradeceu à direção da escola por sediar o lançamento do projeto e falou sobre os desafios na área de Educação, considerando-se a dimensão da Rede Municipal. “Temos 25 mil alunos e aproximadamente 4 mil profissionais”, frisou. O secretário destacou ainda os benefícios relacionados ao Educar Limeira, no que diz respeito à aproximação entre a GCM e a Educação. “A melhor arma para garantirmos um futuro melhor às crianças é a informação”, completou.

    Criado em 2017, o Projeto Educar já levou capacitação a 60 mil alunos. Nesse sentido, Wagner Marchi falou dos resultados obtidos com a iniciativa, implantada ainda no primeiro ano do governo Mario Botion. “Trata-se de um trabalho integrado e estamos colhendo frutos muito bons”, enfatizou. “Levem esse conhecimento para suas famílias, para seus amigos”, disse Marchi aos estudantes.

    Lu Bogo observou que, muitas vezes, as situações de violência enfrentadas por mulheres e crianças ocorrem justamente dentro de casa. “Em caso de violência, é importante que vocês peçam ajuda a algum familiar ou ao professor, aqui na escola”, frisou a vereadora.

    Após a fala inicial, cerca de 60 estudantes assistiram à palestra ministrada pelo subinspetor Edilson. O GCM esclareceu o que é violência doméstica, informou sobre a existência da Patrulha Maria da Penha – unidade específica para o atendimento desse tipo de ocorrência – e quais os canais de denúncia, como o Disque 100 e o telefone da GCM, o 153.

     

     







    Informações PML

    MAIS RECENTES

    Militares apostaram no caos que daria o poder de intervir, diz Gilmar a jornal alemão – CartaExpressa – CartaCapital

    O ministro Gilmar Mendes, decano do Supremo Tribunal Federal, afirmou que a militarização...

    Líderes do Senado jogam desfecho sobre desoneração de municípios para junho

    Os líderes do Senado definiram nesta quinta-feira (23), em reunião com o presidente...

    O que está em jogo em uma eventual filiação de Tarcísio ao PL

    A possível ida do governador de São Paulo, Tarcísio Gomes de Freitas (Republicanos),...

    Mais Notícias

    Militares apostaram no caos que daria o poder de intervir, diz Gilmar a jornal alemão – CartaExpressa – CartaCapital

    O ministro Gilmar Mendes, decano do Supremo Tribunal Federal, afirmou que a militarização...

    Líderes do Senado jogam desfecho sobre desoneração de municípios para junho

    Os líderes do Senado definiram nesta quinta-feira (23), em reunião com o presidente...

    O que está em jogo em uma eventual filiação de Tarcísio ao PL

    A possível ida do governador de São Paulo, Tarcísio Gomes de Freitas (Republicanos),...