mais
    spot_imgspot_img
    spot_imgspot_img
    HomePolíticaFilipe Barros propõe restrições à atuação de ONGs estrangeiras no Brasil

    Filipe Barros propõe restrições à atuação de ONGs estrangeiras no Brasil

    PUBLICAÇÃO

    spot_imgspot_img
    spot_imgspot_img
    spot_imgspot_img
    spot_imgspot_img
    - Publicidade -


    O deputado e líder da oposição na Câmara, Filipe Barros (PL-PR)
    O deputado e líder da oposição na Câmara, Filipe Barros (PL-PR)| Foto: Mário Agra/Câmara dos Deputados

    O deputado e líder da oposição na Câmara, Filipe Barros (PL-PR), disse que está protocolando um Projeto de Lei (PL) para “restringir a atuação de ONGs internacionais no Brasil”. O anúncio foi feito no X (ex-Twitter), nesta quarta-feira (10).

    Na mesma publicação, o deputado ironizou o presidente da Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI) e ex-secretário do Ministério da Justiça, Ricardo Cappelli.

    “Estou protocolando um projeto de lei restringindo a atuação de ONGs internacionais no Brasil e, já que Ricardo Cappelli diz estar muito incomodado com a atuação do Soros e outros bilionários, espero contar com seu apoio para aprovarmos. Poderíamos até pensar em apelidar o projeto como PL Cappelli – a depender de seu empenho na aprovação, claro”, disse Barros.

    A fala do deputado faz referência a uma publicação feita por Cappelli, na segunda-feira (8), em meio ao embate entre Elon Musk, proprietário do X, e o ministro do Supremo Tribunal Federal, Alexandre de Moraes.

    “Elon Musk, George Soros e Pierre Omidyar, bilionários estrangeiros que investem em países em desenvolvimento. Preocupados com o Brasil? Com as minorias? Os menos favorecidos? Não existe almoço grátis. Tem que ser muito ingênuo pra cair nessa, ou estar ganhando algum $ com isso”, escreveu Cappelli em seu perfil na rede social X, na segunda-feira (8).

    Ao ser citado na publicação de Filipe Barros, Cappelli respondeu em um comentário dizendo que aceita participar da iniciativa do parlamentar se a proposta incluir restrições a Elon Musk.

    Citados por Cappelli, George Soros e Pierre Omidyar são conhecidos pelo financiamento de pautas e ONGs alinhadas à esquerda em vários países. No Brasil, muitas da organizações financiadas pelos dois estão alinhadas ao governo Lula, do qual Cappelli faz parte.





    Source link

    MAIS RECENTES

    Mais Notícias