mais
    spot_imgspot_img
    spot_imgspot_img
    HomePolíticaMusk acusa Moraes de exigir que X viole leis brasileiras

    Musk acusa Moraes de exigir que X viole leis brasileiras

    PUBLICAÇÃO

    spot_imgspot_img
    spot_imgspot_img
    spot_imgspot_img
    spot_imgspot_img
    - Publicidade -



    O proprietário da rede social X, Elon Musk, acusou o
    presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e ministro do Supremo Tribunal
    Federal (STF) Alexandre de Moraes de tentar obrigar a plataforma a violar a legislação
    brasileira, retirando conteúdos e perfis.

    “As leis dos Estados Unidos impedem o X de participar de corrupção que viole as leis de outros países, que é o que Alexandre [de Moraes] está exigindo que nós façamos”, escreveu o bilionário.

    Musk fez o comentário em resposta a uma postagem da conta de
    Assuntos Governamentais Globais do X, na qual esta relatava que a plataforma
    enviou à Câmara dos Estados Unidos informações sobre ordens que a plataforma
    recebeu do STF do Brasil para moderar conteúdo.

    “A X Corp. foi formalmente intimada pelo Comitê Judiciário
    da Câmara dos Representantes dos Estados Unidos a fornecer informações sobre as
    ordens do Supremo Tribunal Federal do Brasil em relação à moderação de
    conteúdo”, informou a conta.

    “Para cumprir suas obrigações de acordo com a legislação dos
    EUA, a X Corp. respondeu ao Comitê”, acrescentou, sem dar maiores detalhes
    sobre os conteúdos dessa comunicação ao Legislativo americano.

    A Gazeta do Povo solicitou à assessoria do STF um posicionamento de Moraes sobre a acusação do bilionário, mas ainda não obteve resposta. Essa reportagem será atualizada quando houver um retorno.

    Na semana passada, Musk havia informado que a plataforma recebeu uma consulta da Câmara dos Representantes dos Estados Unidos sobre eventuais ações que foram tomadas por órgãos no Brasil que podem ter violado a legislação nacional.

    “O X acabou de receber uma consulta da Câmara dos
    Representantes dos EUA sobre ações tomadas no Brasil que violaram a lei
    brasileira. Foram centenas, senão milhares”, disse Musk, acrescentando que
    “isso está ficando picante”.

    No fim de semana, a defesa do X no Brasil enviou a Moraes um ofício com o pedido que havia sido feito pelo Congresso dos Estados Unidos para ter acesso às ordens judiciais emitidas por ele direcionadas à X Corp, responsável pela gestão da plataforma.

    Os documentos foram incluídos nos autos do inquérito das milícias digitais, no qual Musk passou a ser investigado por ordem de Moraes.



    Source link

    MAIS RECENTES

    Espanha anuncia retirada da embaixadora da Argentina após ofensas de Milei – Mundo – CartaCapital

    O governo da Espanha anunciou que retirou a sua embaixadora da Argentina. A...

    Ainda bem que a Boeing teve desastre e não quis mais a Embraer

    Ao falar durante reunião para anúncios referentes ao setor da indústria do aço,...

    Desenrola Brasil tem prazo de adesão prorrogado por mais 60 dias – CartaCapital

    As pessoas com renda de até dois salários mínimos ou inscritas no Cadastro...

    Mais Notícias

    Espanha anuncia retirada da embaixadora da Argentina após ofensas de Milei – Mundo – CartaCapital

    O governo da Espanha anunciou que retirou a sua embaixadora da Argentina. A...

    Ainda bem que a Boeing teve desastre e não quis mais a Embraer

    Ao falar durante reunião para anúncios referentes ao setor da indústria do aço,...

    Desenrola Brasil tem prazo de adesão prorrogado por mais 60 dias – CartaCapital

    As pessoas com renda de até dois salários mínimos ou inscritas no Cadastro...