mais
    spot_imgspot_img
    spot_imgspot_img
    HomePolíticaO alerta da presidenta do PT após o resultado da extrema-direita no...

    O alerta da presidenta do PT após o resultado da extrema-direita no Parlamento Europeu – Política – CartaCapital

    PUBLICAÇÃO

    spot_imgspot_img
    spot_imgspot_img
    spot_imgspot_img
    spot_imgspot_img
    - Publicidade -

    A presidenta nacional do PT, Gleisi Hoffmann, classificou como “mais um sinal de alerta para o campo democrático” o resultado da extrema-direita nas eleições para o Parlamento Europeu.

    “Além de combater a rede de mentiras do novo fascismo, os governos democráticos precisam responder às demandas reais da população”, escreveu a deputada federal no X. “Garantir vida digna, emprego e renda; trabalhar pela paz e cooperação entre povos e países é o caminho para deter os inimigos da democracia e da justiça social em todo o mundo.”

    As eleições europeias confirmaram o avanço da extrema-direita, um desfecho que, embora não tenha alterado o equilíbrio de poder em Bruxelas, motivou a convocação de eleições legislativas antecipadas na França.

    As projeções indicam que o partido de extrema direita Rassemblement National arrasou as eleições em território francês e obteve o dobro dos votos da aliança liberal lançada pelo presidente Emmanuel Macron.

    Na Alemanha, a maior economia da União Europeia, o partido social-democrata do chefe de governo, Olaf Scholz, obteve o pior resultado de sua história. Segundo projeções do Parlamento Europeu, a aliança conservadora CDU-CSU receberia cerca de 30% dos votos. O partido de extrema- direita AfD está em segundo lugar, com cerca de 16%, enquanto a SPD, de Scholz, aparece em terceiro, com 14%.

    A Alemanha é o país com o maior número de eurodeputados, com 96, seguido por França (81), Itália (76) e Espanha (61).

    Apesar do avanço da extrema-direita, os resultados provisórios sugerem que a soma da direita mais moderada, dos social-democratas e dos centristas liberais continuará a ser majoritária, em um grande bloco de 389 assentos.

    No entanto, embora o número de eurodeputados tenha passado de 705 para 720, os social-democratas perderam quatro assentos; os centristas liberais, 19; e os verdes, 18.

    (Com informações da AFP)



    Informações são do site Carta Capital, Clique aqui

    MAIS RECENTES

    A uma semana de eleições na França, pesquisas antecipam 35% dos votos para a extrema-direita – Mundo – CartaCapital

    A França entra na última semana da campanha-relâmpago para as eleições legislativas antecipadas,...

    Confira quem foi bem e quem decepcionou pelo São Paulo contra o Vasco

    André Silva: o atacante aproveitou bem a rara oportunidade recebida por Zubeldía como...

    Os petroleiros de Lula – Opinião – CartaCapital

    Em maio de 1995, os petroleiros realizaram uma greve nacional por reajuste salarial...

    Flor de Mururé expressa resistência em novo disco de sonoridade amazônica – Augusto Diniz

    Flor de Mururé acaba de lançar o álbum Croa, depois de construir seu...

    Mais Notícias

    A uma semana de eleições na França, pesquisas antecipam 35% dos votos para a extrema-direita – Mundo – CartaCapital

    A França entra na última semana da campanha-relâmpago para as eleições legislativas antecipadas,...

    Confira quem foi bem e quem decepcionou pelo São Paulo contra o Vasco

    André Silva: o atacante aproveitou bem a rara oportunidade recebida por Zubeldía como...

    Os petroleiros de Lula – Opinião – CartaCapital

    Em maio de 1995, os petroleiros realizaram uma greve nacional por reajuste salarial...